Comunicação Católica

A força do e-mail marketing na Pascom

E-mail marketingO e-mail marketing ficou ultrapassado? Essa estratégia é apenas feita para perder os e-mails na caixa de spam? Afinal de contas, com tantas outras redes sociais e de comunicação em ascendência, por que gastar tempo com o já ultrapassado e-mail?

São perguntas muito interessantes que podem deixar uma pulga atrás da orelha na Pascom antes de investir tempo e recursos numa estratégia de e-mail marketing. 

Mas, foi pensando nesses tipos de dúvidas que a Parresia resolveu criar um artigo para falar sobre este assunto. 

Instagram, Facebook, TikTok, Twitter, Pinterest, Youtube e assim vai. Todas, redes sociais muito usadas para se comunicar com as outras pessoas e que, de certa forma, também contribuem para a disseminação dos conteúdos da igreja. 

Com todos esses meios tão populares de comunicação, muitas pessoas acabam esquecendo do “vovô” e-mail, pensando até mesmo que ele está obsoleto e que não tem mais nenhuma utilidade para informar e comunicar os fiéis.

E, acredite ou não, essa visão está errada! O e-mail, mesmo depois de tanto tempo de criação, ainda faz parte de nossas vidas e é um ótimo meio para se comunicar e para atrair novas pessoas para acompanhar as novidades da igreja e os conteúdos da Pascom.

De acordo com o instituto Radicati, são mais de 230 milhões de e-mails enviados por dia e cerca de 2,8 bilhões de usuários. Isso indica um potencial enorme. E para tanto, vamos te apresentar neste artigo algumas dicas e informações essenciais sobre esta ferramenta!

Então, nos acompanhe até o final e já anote os principais pontos para poder contar tudo para a sua Pascom depois!

Alcance mais fiéis com o e-mail Marketing

Inscrever-se para um curso, fazer o download de um ebook ou assinar uma newsletter. Estes são exemplos de como as pessoas utilizam o e-mail hoje (além de comunicados profissionais).

Dessa forma, a Pascom pode aproveitar este momento para criar conteúdos que farão com que os fiéis acompanhem as novidades da igreja pelo e-mail.

Apresentar uma newsletter, por exemplo, com os melhores conteúdos da semana ou com informações específicas da instituição podem ser uma ótima estratégia para atrair mais fiéis para a sua base de e-mails.

E detalhe, essa base de e-mail será composta por fiéis engajados e que estão querendo absorver conteúdos católicos e estar por dentro das novidades. E com isso, conseguimos…

Segmentar e personalizar a mensagem!

Pense no seguinte exemplo: uma pessoa é muito fã de esportes e procura por uma loja que vende acessórios e equipamentos esportivos.

Ela demonstra muito interesse por futebol, lê alguns artigos da loja e por fim compra uma camiseta do seu time favorito. 

Depois de um tempo, ela recebe um e-mail com uma promoção de óculos e de toucas de natação.

Não faz muito sentido. Este e-mail foi enviado de forma errada e poderá até mesmo representar falta de atenção para o cliente. Afinal, os interesses dele eram voltados para o futebol, e não para a natação.

Pensando nisso, é muito importante, depois de estabelecer uma base sólida de contatos de e-mail, mandar as mensagens de forma segmentada, pensando em como o assunto abordado será importante para determinada pessoa.

Além disso, é de extrema importância personalizar o e-mail, tornando a mensagem mais pessoal e objetiva. Por exemplo, colocar o nome da pessoa no início do e-mail pode trazer maior confiança e segurança para o leitor.

Mas, aí você se pergunta: “como iremos personalizar e segmentar o e-mail?”

E é por isso que é muito importante, além de apresentar uma boa mensagem/conteúdo…

Analisar as métricas para melhorar sempre!

Para realizar uma estratégia eficiente de e-mail marketing recomendamos muito que você a faça com ferramentas especializadas.

Para isso, a própria Parresia disponibiliza este tipo de ferramenta. Além de auxiliar com os processos de envio, segmentação e personalização dos e-mail, você terá acesso às famosas métricas.

Mas, o que fazer com essas métricas? Por que elas são tão importantes?

Lembra do tópico anterior, sobre segmentar e personalizar? Em complemento a ele, as métricas serão utilizadas para entender melhor sobre os fiéis que acompanham os e-mail enviados. Quantas pessoas abrem o e-mail, quantos cliques o e-mail possui, qual e-mail é mais eficiente para um dado grupo de pessoas, e assim por diante. 

Dessa maneira, você conseguirá saber melhor para que tipo de pessoa deve enviar um e-mail específico.

Por exemplo, pense no jovem que acompanha os conteúdos do e-mail marketing enviados pela Pascom. A mensagem desses e-mails será diferente daquela enviada para o público mais idoso. 

Ganhe tempo com o e-mail Marketing

Outra vantagem que vale a pena ganhar destaque neste artigo sobre o e-mail marketing é o aumento da produtividade.

Usar as ferramentas disponíveis para cuidar do e-mail marketing possui uma vantagem poderosíssima: a automação!

Tornar processos antes manuais, agora automáticos, diminui e muito o tempo gasto para uma tarefa. E quando pensamos em centenas ou milhares de e-mail enviados, essa vantagem pode fazer a diferença!

Teste e encontre o melhor caminho

Como saber se o e-mail está fazendo efeito?

Para nossa última dica deste artigo, vamos falar sobre testes. Testar já é algo próprio do marketing, e quando falamos de “e-mail marketing”, essa estratégia também não deve ficar de fora!

Assim, testar headlines diferentes e conteúdos distintos é essencial para descobrir o que se dá melhor com os fiéis que estão em sua base de e-mails.

Então, teste sempre! E com isso, apresente conteúdos cada vez mais interessantes e relevantes para o seu público

Conclusão

Enfim, chegamos ao fim deste artigo. Nele, falamos da importância do e-mail marketing nas estratégias de comunicação da Pascom.

Agora, você sabe que o e-mail não é uma ferramenta tão obsoleta assim. Muito pelo contrário, ele pode te gerar mais resultado e cada vez mais fiéis irão acompanhar o seu conteúdo!

Author

Diogo

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *